O Preço de Ser Diferente

jun1

14

O que conta, verdadeiramente, para o espírito é a forma como o ser humano se conduz diante da vida.

“Quando a sociedade estabeleceu um modelo de normalidade, criou uma guerra antropológica com a natureza humana.

A diversidade natural é real e em torno dela age a funcionalidade da ecologia, que trabalha em favor do progresso de todos.

Cada um de nós é único, com um temperamento original relativo às necessidades essenciais do progresso pessoal e coletivo.  Quem resolve seguir o modelo se ilude bloqueando a expressão de sua alma, criando insegurança, doença, desilusão e sofrimento.

Os iludidos dão mais importância às aparências do que à verdade, que prioriza os valores eternos do espírito.

Servos do mundo, sofrem o mundo.

Em razão disso, quem assume sua verdade e age de acordo com os valores da Vida, mesmo enfrentando o preconceito e pagando o preço de ser diferente, passa credibilidade, obtém respeito e se realiza.

Porém, os escravos do preconceito estão se candidatando no futuro a experimentar as mesmas experiências que criticaram, a fim de aprender a conviver com as diferenças.

Fraternidade é o resultado da capacidade de apreciar as diferenças.”

Luiz Gasparetto


Editora Vida & Consciência

Ano de lançamento: 2004

Páginas: 354

Formato: brochura e pocket


CURIOSIDADES:

Ano em que escrito: 2003

Ordem em que escrito: 11º

Ordem em que editado:

Título original: Romero


Leia um trecho do livro:

“Estava fazendo um calor infernal quando as portas da escola pública em que Romero estudava se abriram.  O menino saiu esbaforido, esfregando a testa e o pescoço para enxugar o suor.  Andou por alguns metros, até que chegou ao ponto de ônibus, e parou.  Do outro lado da rua, os colegas de turma passaram e apontaram para ele.  Em seguida, pararam e cochicharam algo nos ouvidos uns dos outros, soltando risadas sarcásticas.

–     Olha lá a bichinha! – cantarolou um deles, apontando o dedo para Romero e rindo feito um demônio.

Na mesma hora, Romero sentiu o rosto arder.  Abraçou a pasta e desatou a correr, sob as risadas irônicas dos outros meninos, que continuavam a apontar para ele e a gritar:

–     Lá vai a bichona!

–     Pega, pega o veadinho!

–     Ai, ai, boneca…

Romero correu tanto que nem sentiu que disparava a caminho de casa.  Somente quando viu o portão de ferro do seu jardim foi que se deu conta de que havia chegado.  Apoiou a mão no portão, tentando respirar e lutando para não chorar.  Por que é que não o deixavam em paz?  Por que viviam acusando-o de algo que não era?”

Interessou?

curtir facebook

loja virtual

Comentários dos usuários(14):(incluir comentario)

  1. Ricardo em 02 de dezembro de 2010, disse:

    Oi monica, acabei de ler o livro e foi incrivel.
    ja pensou em escrever a continuação? tipo O preço de ser diferente 2
    adorei a historia,parabêns.

  2. Mônica de Castro em 11 de junho de 2011, disse:

    Olá, Ricardo. Até hoje, não intuí nenhuma continuação. Acho mesmo que não tem. Mas espero que você goste também de outros livros.

  3. Joao em 18 de junho de 2011, disse:

    Monica estou no inicio quase na pagina 70 e seu livro e lindo obrigado por mim arrancar suspiros fazer meu coraçao disparar ao ouvir a historia de romero continue a escrever meu anjo.

  4. Mônica de Castro em 24 de junho de 2011, disse:

    Olá, João. Espero que você chegue ao final com o mesmo entusiasmo. Mais ainda, espero que seja útil para a sua vida.

  5. Nome (necessário)Nome (necessário)Fabio Ferreira em 21 de outubro de 2011, disse:

    Uma historia que prende a atenção do começo ao fim,gostei muito fez me rever meus conceitos , achei uma grande lição de vida.
    Todos são otimos mais esse em especial é muito bom faz a gente parar e pensar como somos preconceituosos.
    Parabéns Mônica …

  6. Guilherme de Sene em 22 de dezembro de 2011, disse:

    O Preço de Ser Diferente foi o melhor livro que já li até hoje. Adoro dá-lo de presente para amigos, é sempre uma ótima opção. Aprendi muito com esse livro e já o li duas vezes. É uma obra muito enriquecedora. Meus parabéns a você (Mônica) e a Leonel. Tenha um excelente final de ano e boas festas! Abraços apertados de um fã do seu trabalho!!!

  7. Rodrigo em 14 de janeiro de 2012, disse:

    Mônica, nunca me emocionei tanto quanto como quando li O Preço, a história de amor mais linda, que supera todos os obstáculos e preconceitos. Seu livro mudou minha vida, vou ser sempre grato a voce e a Leonel por tudo, e aos inesquecíveis Romero e Mozart que com certeza existem em algum lugar, Deus te abençoe e te ilumine a escrever mais livros tão maravilhosos como esse. Te adoro muito, beijos.

  8. Marcos Giosa em 18 de abril de 2012, disse:

    Seu livro é demais. Li duas vezes e me emocionei bastante. Com a leitura conseguiu desenvolver muitas sensaçoes, curiosidade, alegria e até raiva do vilao. me deu até vontade de conhecer Romero. Parabéns. Meu primeiro livro foi esse. Agora estou lendo ‘ A última chance ‘ que também água o seu livro.

  9. Marcos Giosa em 18 de abril de 2012, disse:

    Que também cita seu livro’

  10. priscila em 28 de agosto de 2012, disse:

    Mônica seus livros são maravilhosos..comecei a ler o preço de ser diferente hoje,e já estou apaixonada por ele!

  11. Patricia Silva em 04 de fevereiro de 2013, disse:

    Seu livro é muito bom, quero ler novamente pois ele retrata muito a historia de vida de uma pessoa muito próxima a mim. Vou comprar esse livro e ler novamente, pois foi o melhor livro que li até o momento.
    Confesso que quando comecei a ler, comecei a imaginar os personagens e me emocionei bastante. Parabéns pois esse livro é muito bom .

  12. Nome (necessário) em 01 de abril de 2013, disse:

    Ei Mônica, adorei ler seu livro. Uma verdadeira lição de superação de auto aceitação. Linda trama que nos ensina que o amor rompe qualquer barreira. É MEU LIVRO DE CABECEIRA AGORA.

  13. Gabriel em 20 de março de 2014, disse:

    Olá, Mônica! Gostaria de expor meus sentimentos sobre um livro, que há tempos, não me prendia tão fortemente quanto esse. Duas noites foram suficientes para que minha curiosidade e ânsia por saber o desfecho da história fossem concluídas com êxito. Tenho uma dúvida, esta linda e emocionante história é real? Gostaria de um contato direto com vc, se possível, para desenvolver um projeto que está em minha cabeça. Atenciosamente, Gabriel.

  14. henrique em 12 de janeiro de 2015, disse:

    Olá Mônica, eu achei o seu livro fascinante, eu me emocionei em lagrimas e já o li duas vezes. Então, e escreva o segundo dle, uma continuação da vida de Romero e Mozart em sua nova jornada de vida juntos… Bjs amei <3

Comentar: